7 de abr de 2008

Corallus caninus

Bem, estive pensando no que postar, e procurei algumas curiosidades, para que alguma coisa pelo menos você aprenda a mais sobre elas.



A Corallus caninus é uma das serpentes mais bonitas, sendo ela o sonho de qualquer criador.
Mas não se deixem enganar pela sua bela forma e cor, pois ela tem presas que mesmo não matando, podem fazer um bom estrago. Mesmo sendo uma serpente de dentição áglifa, ela possui grandes presas fazendo valer o nome (caninus). Ela é uma serpente de habito arborícola, e por isso fica a maior parte de sua vida em cima de árvores. Uma curiosidade sobre ela é que por elas não descerem muito dos galhos ela desenvolveu uma fenda em cima de sua cabeça para que durante a chuva, a água acumule ali e ela possa beber aos poucos. E pelo fato de elas ficarem por muito tempo nos mesmos galhos, o terrário não precisa ser muito grande, porém deverá ser bem alto.

Na natureza, sua alimentação consiste basicamente em aves, porém em cativeiro a alimentação se baseia basicamente em camundongos.
O manuseio não deve ser feito constantemente, pois ela não aceita muito o manuseio ( há exceções).
Uma coisa também que pode ser reparado é que seu rabo é maior que o dos outros boídeos, talvez para ela conseguir se segurar melhor nos galhos.
Sua reprodução em cativeiro é bem complicada. Alguns criadores disseram que conseguiram reproduzi-las em cativeiro, porém não foi 100% em cativeiro, ou seja, não houve a cópula, gestação e depois nascimento. Os filhotes foram frutos de animais pegos na natureza prontos para criar.

E falando de reprodução, outra curiosidade sobre elas é que serpentes verdes que são dificilmente notadas nas árvores devido a sua camuflagem, dão origem à filhotes laranjas ou vermelhos (vide foto abaixo). Isso ocorre por que na natureza muitas vezes cores fortes são sinais de veneno, então para não virarem presas fáceis, os filhotes tem essa coloração, que é substituída pelo verde ao longo de sua vida.





Existem duas variedades de Corallus caninus: A conhecida como "Surinam" ou "guyana Shield" e a "Amazon Basin".
Como o nome já diz, uma é encontrada no norte da América do Sul, e a outra variedade é encontrada no sul do Suriname, Colômbia, Leste do Equador, Peru, Guianas e Venezuela, Norte do Brasil e Bolívia.
As duas variações possuem diferenças bem marcantes, basicamente na coloração delas.

Outra característica presente nessa espécie é que elas apresentam vários buracos nos lábios superiores e inferiores da boca, que são chamadas de fossetas labiais, que são usados para captar radiações de calor produzidas pelos organismos de animais de sangue quente. Essas fossetas labiais possuem a mesma função das fossetas loreais presentes em serpentes da família viperidae.

A Corallus caninus assim como muitas serpentes é conhecida por vários nomes, são eles:
"Arabóia", "Ararambóia", "Arauembóia", "Boa", "Boa-arboricola-esmeralda", "Jibóia-Verde" e "Periquitambóia".


Bem, acho que deu para aprender um pouquinho mais sobre essa espécie.
Se alguém souber algo interessante sobre elas que não foi dito, é só me falar que eu posto aqui também.



8 comentários:

Flávio disse...

Olá Alexandre parabéns pelo post, muito esclarecedora essa matéria, gotei muito!
Ela é vivípara, parindo 14 filhotes. É uma serpente constritora e não possui veneno. Abate suas presas por asfixia e esmagamento de ossos e orgãos internos.
Vlw!!!!

Rodrigo disse...

Ela não bebe água de um !vão na cabeça! Por ela ficar sempre enrolada a água das chuvas se acumula em suas dobras, local de onde ela bebe a água.
abraço

Anônimo disse...

Tudo muito bem postado e de bom gosto! Parabéns!

Gerente Wikipedia disse...

que merda hein... copiou tudo do wikipedia! vc nao tem vergonha nao?

joao disse...

parabens pelo blog,de quanto tempo se alimenta esta cobra

Fabi disse...

Na verdade é ovovivípara ;)

Thaylan Salles disse...

Gostaria de saber qual seria a diferença entre uma Corallus batesii e uma Corallus caninus, não consigo muita informação sobre esse assunto e gostaria de saber se poderia me ajudar

felipe mazzali belissimo disse...

Pelo que pude perceber a diferença entre a batesii e a caninus está na dentição pois da batesii é menor os dentes, no concave da cabeça e também no padrão de desenhos no corpo, visto que a batesii tem menos desenhos.

Espero ter ajudado amigo.